São tipos de ortodontia realizadas em crianças. Os ortodontistas recomendam uma avaliação da criança a partir dos 5 anos de idade. A ortodontia preventiva visa a preservar a integridade da evolução normal da oclusão, evitando-se a instalação de determinadas maloclusões. A ortodontia interceptiva implica interceptar uma situação anormal já existente, de modo a restabelecer a evolução normal da oclusão. Alguns procedimentos podem ser adotados a fim de diminuir a sua severidade ou, em algumas ocasiões, eliminar sua causa.